Tendências e As Fashionistas:

Mas afinal, o que são tendências?

 

São previsões e especulações quanto ao uso de roupas, maquiagens, sapatos, acessórios, bolsas, cores, tecidos, estampas, etc. Essas previsões são feitas com base no ciclo da moda. São os resultados do ritmo contínuo deste mercado e reflexo do interesse social no mesmo.

 

As tendências são obtidas através de pesquisa de consumo, análise de valores sociais, de desejos particulares dos consumidores, de criações inovadoras de estilistas, de releituras de quadros históricos, e outros. O resultado pode ser visto, duas vezes ao ano em Paris, na Premiere Vision, a maior feira do segmento no mundo, organizada desde 1973.

 

Tudo isso para despertar a cobiça do consumo nas pessoas. O desejo do novo e do diferente e ao mesmo tempo de se sentir parte de um grupo. Outro motivo para a existência das tendências seria para diversificar os produtos do mercado e fazer a
economia girar.

Complemente Com o Poá:

 

O poá é uma das estampas mais clássicas e queridas do guarda-roupa feminino. Seja nas roupas, bolsas, acessórios e até calçados, ele é uma padronagem que faz sucesso entre nós mulheres. A famosa estampa de bolinhas é tendência, podendo aparecer em diferentes cores e tamanhos: maxi, mini ou média.

 

O poá, que virou moda na década de 1950, por estar presente nos looks das pin-ups e em vestidos e saias rodadas, é perfeito para mulheres que gostam de colocar um detalhe retro no visual. No entanto, com o passar dos anos a estampa foi repaginada ganhando espaço em peças modernas.

 

Esse look da Carol é super moderno e atual, trazendo um estilo único, combinada com calça branca Clochard, a blusa ganha status e se destaca completamente, a flat de tiras na cor coral, arremata toda produção. Look Palm Boutique, flat Ana Capri by Annalu Calçados.

Uma Saia Chamada Pareô:

 

A saia que é muito usada por mulheres e homens na Polinésia Francesa, fincou status de tendência no mundo da moda, a pareô nada mais é do que um tipo de lenço médio ou grande que pode ser usado de diversas formas, basta usar a criatividade.

 

Estrategicamente amarrado na cintura ou já comprada prontinha para usar, esse modelo transpassado tem o poder de deixar qualquer look com ares de um fim de tarde à beira mar.

 

A dica para equilibrar a pareô no look, inclusive na cidade, é atentar para o conforto. Se ela for fechadinha e não criar uma fenda muito grande, misture com tops cropped, bodys ou modelos ajustados que dão destaque à modelagem.

 

No caso de versões curtas, misture com camisas e outras peças amplas para manter o equilíbrio. Ah, e não se esqueça de investir nas estampas, super tendências! Florais e coloridas, são apostas certeiras para os dias quentes.

 

Outra escolha são os babados que dão volume e movimento para o look.

 

Bora experimentar! A Ju combinou saia pareô com estampa de boca Farm, cropped Caos, nos pés sandálias com listras em preto e branco Arezzo, cabelo e make by Alex Cesario.

A Bota-Meia:

 

A bota-meia saiu das passarelas internacionais e ganhou as ruas neste inverno. A mais nova tendência entre as fashionistas.  Arremata looks de todos os estilos, com a vantagem extra do tecido elástico, que oferece conforto e fica bem tanto em pernas finas quanto grossas.

 

A bota ganhou espaço pela ousadia, em produções que a deixam à mostra, combinadas a saias curtas, mídi e calças.

 

Com pantacurt o efeito é bem legal, e tenha cuidado em combinar calça skinny, pois a bota é super justa devendo ser usada por baixo.

 

Combinei vestido midi ombro a ombro de estampa exclusiva Dress to para Pimenta Doce Boutique, bota Carrano por Annalu Calçados, bolsa Victor Hugo e acessórios Maria Dolores para Juliana Jabour.

O Clássico que Nunca Sai de Moda:

 

Tradicionalmente chama-se de tailleur (pronuncia-se taiêr) o conjunto feminino de paletó e saia, frequentemente confundido com o terno (ou terninho) que designa o conjunto de paletó e calça. Considerado a vestimenta mais clássica e antiga do guarda-roupa feminino, o tailleur surgiu por volta do século XII onde os casacos e saias compridas eram utilizados como trajes de equitação e possuía tecidos grossos e pesados, que exigiam mãos masculinas para a sua confecção.

 

Foi daí que surgiu o nome “tailleur” que em francês significa exatamente “alfaiate”.

 

Até hoje o tailleur é tido como o vestuário mais adequado para executivas e mulheres de poder que ocupam altos cargos, e apesar das grandes mudanças de modelagem e corte, o tailleur como um clássico da moda é sempre muito chique e cabe em qualquer ocasião. Por ser o tipo de roupa que toda mulher deve ter no closet (ao menos um), tendência que nunca sai de moda, as maiores grifes em geral investem na produção de tailleurs para as mulheres demonstrarem todo o seu poder nas ruas.

 

A nossa fashionista Jéssica sabe como ninguém combinar todo esse estilo, ela veste Palm Boutique, shoes inspiração CHANEL da UZAShoes por Ghaya Exclusive e make by Carol Bilthauer.

Jardineira: Do Trabalho à Tendência de Moda:

 

Tudo começou lá na época das grandes indústrias de 1750, este modelo foi criado especialmente para os operários. Ele continha bolsos frontais e laterais que possibilitavam os funcionários guardar todo tipo de ferramenta durante o trabalho.

 

Já em 1930 o modelo começou a ser utilizado pelas crianças da época como uniforme escolar. Eram mais simples e de cores neutras confeccionados em algodão. E no ano de 1960 a jardineira jeans virou tendência, após os grandes nomes da época saírem por aí com a peça.

 

Ninguém menos do que Marilyn Monroe e Elvis Presley lançaram esse estilo despojado e prático para o dia a dia. A partir do ano 2000, começaram a aparecer em tons, estampas e texturas diferentes.

 

Não existia somente a opção em jeans, passando a ser usada em várias ocasiões.  Por ser uma peça que combina com momentos de lazer, a tendência que nunca sai de moda, super versátil, podendo ser usada com diversas blusas e tops de várias cores.

 

Algumas são fabricadas em tecidos como a alfaiataria, tecido ecológico entre outros, mas ainda continuam informais e não são boas escolhas para o trabalho (empresas mais formais), criando sempre um ar mais descontraído.

 

Aposte no caimento mais justo e crie um visual minimalista. Também vale apostar em acessórios interessantes.  E poderosos, que além de ajudarem a incrementar, acrescentam estilo e personalidade ao look. Cami usou jardineira preta com riscas de giz comprada na boutique Dri Grelli, top Palm Boutique, coturno Vizzano, bolsa de veludo Forever 21, trazida da sua última viagem à Las Vegas e acessórios Villa Luna.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
error: Content is protected !!